30.9.09

Novos papéis no jogo do poder mundial

2 comentários:

Roy Frenkiel disse...

Pois eh. O Brasil esta cada vez maior, professor.

abrax

RF

Pedro disse...

Professor,
Num tópico semelhante no blog do colega Moraes, postei o seguinte comentário, ainda sem resposta...


A entrada do Brasil para os países que lucram com o FMI, não me parece motivo de orgulho. No meu ponto de vista, um país que tanto sofreu com as políticas avassaladores deste (maldito) organismo deveria levantar a bandeira de uma alternativa possível para empréstimos de dinheiro a países em desenvolvimento. A mudança de lado sugere, na minha opinião, mais uma prova de como o sistema atual, suga, consome e transoforma os sujeitos sociais que lhe constróem.
O que acha?

Abraços
Pedro