29.5.08

Timão: classificado para a final da Copa do Brasil

Não tive condições físicas de ver o jogo entre o Corinthians e o Botafogo ontem, mas fiquei feliz de ver o time recuperar-se tão rápido da tragédia que foi 2007.
O triste é que o futebol está nivelado por baixo e, como em terra de cego quem tem um olho é rei, por isso já dá o mesmo prazer de ver jogos como aqueles de uns 10 ou 20 anos passados.
O que me alegra nesse time, de qualidade duvidosa, é a garra, tradicional aliada do Timão desde os tempos do jejum de 22 anos de títulos.
Claro que falta o encantamento da Democracia Corintiana ou mesmo daquele jovem time dirigido pelo Carlos Alberto Parreira que apresentava um futebol de primeira.
Irrita-me às vezes a postura de técnicos da escola de Mano Menezes, embora reconheça neles a competência de buscar as vitórias. Ele armou um time que precisava ganhar como se fosse um time apenas para empatar, justificativa: a gente precisa fazer um gol e não levar nenhum!
Por falar nisso, leiam a matéria da Folha Online (clique aqui): Mano festeja futebol de resultado: 'não era para jogar bonito'.

3 comentários:

Nívea disse...

Inexpliável a emoção sentida na cobrança do último penalti, quase tive uma parada cardíaca...

R.C disse...

Grande Profe, meu Timao ta na final! Mas pra mim, o que mais importa no momento eh o Flu derrotar o invencivel Boca Juniors :P

bjx

RF

Prof Toni disse...

Ainda bem que não apareceu ninguém daquela outra torcida aqui de São Paulo para me perturbar. Aqui é assim: metade torce pro Timão, a outra torce contra!