19.4.07

Aborto e contracepção

Bastou que o novo ministro da saúde, José Ramos Temporão, falasse sobre aborto (clique aqui para ler a opinião do ministro) para a Igreja católica colocar suas manguinhas de fora, com uma grande campanha anti-aborto. Até aí, direito dela, pena que usa e abusa de argumentos cínicos, mentirosos e demagógicos.
Meu maior estranhamento é com o silêncio da grande mídia sobre o tema.
Vejam que beleza de artigo no Observatório da Imprensa:

CONTROLE DA NATALIDADE
O aborto e os preconceitos da imprensa

Por Ligia Martins de Almeida em 17/4/2007

É surpreendente a timidez (ou seria melhor dizer descaso, insensibilidade?) da imprensa ao tratar assuntos como controle da natalidade e aborto. Na semana passada, quando o ministro da Saúde se declarou favorável à descriminalização do aborto, a imprensa poderia ter se posicionado sobre o tema ou, pelo menos, aproveitado a oportunidade para iniciar o debate com a sociedade. Mas, infelizmente, não foi o que se viu nos grandes jornais e revistas semanais. Mais uma vez a imprensa limitou-se a registrar a fala do ministro e os protestos que ele enfrentou em Fortaleza.

Clique aqui para ler a matéria na íntegra, compensa!

3 comentários:

R.C disse...

Nos comments do meu blogue ha um pouco de uma discussao interessante sobre o tema.

Va la, se quiser,

abrax

RF

Cássio Augusto disse...

Dae Companheiro... muito o bom o Blog... como sempre... só está faltando um link do meu ae heim!!! hehe... saudações!!!

Marconi Leal disse...

É isso aí, Toni. Hipocrisia é o que não falta neste país. Abração.