5.10.08

Eleições muncipais, ensaio para 2010?

Clique na capa do livro para obter mais informações sobre ele.


Embora eu não tenha nenhuma confiança nelas (clique aqui e veja a razão), graças ao desempenho das urnas eletrônicas já temos os resultados das eleições municipais na grande maioria das cidades brasileiras.
Num primeiro olhar o PT aparece bem na foto, com destaque nas grandes cidades e nas capitais, ganhando numas e indo para o segundo turno noutras.
Não sei se é rabugice de minha parte, mas parece que as eleições perderam a graça.
Cadê as bandeiras, camisetas, militantes – sem remuneração – e os grandes comícios?
Interessante que as autoridades conseguiram barrar a festa, o que tinha de mais bonito no processo, mas não estacaram a sangria do tal caixa 2, que se tornará caixa 1 de alguns após a posse. É só observar a grana torrada nas campanhas, pelo menos aqui em Sampa!
Nos três maiores colégios eleitorais do país, surpresas.
No Rio de Janeiro a disputa de Eduardo Paes (PMDS, mas até há pouco tempo figura de proa do PSDB) e Fernando Gabeira (o moço candidato da Rede Globo) trouxe alguma surpresa, pois se acreditava numa disputa entre Paes e Marcelo Crivela (PR).
Ponto para o governador Sérgio Cabral. Mais uma estaca no peito da esquerda carioca, com o frágil desempenho do PT, que, de certa forma, receberá a culpa pelo desempenho mediano de Jandira Feghali do PC do B.
Belo Horizonte também terá 2º turno. De um lado o Márcio Lacerda (PSB), apoiado por Aécio Neves (PSDB) e Fernando Pimentel (PT), tido até alguns dias como imbatível no primeiro turno, e do outro lado Leonardo Quintão (PMDB), que contou com apoio do ministro das comunicações, Hélio Costa.
Já São Paulo Gilberto Kassab (DEM) largar na frente de Marta Suplicy (PT), rumo ao 2º turno.
Expressiva vitória de José Serra e da mídia conservadora e fim de feira para o
picolé de chuchu, Geraldo Alckmin. Como consolo ele conseguiu fazer de seu ex-secretário de educação, Gabriel Chalita, o vereador mais votado de São Paulo.
Embora com um bom tempo de campanha até o 2º turno, Marta começa em desvantagem, pois largou na frente, com uma vantagem considerável – de acordo com todas as pesquisas – e foi perdendo fôlego, enquanto seu adversário, Gilberto Kassab, político com a expressão de um “poste”, só cresceu durante a maior exposição do horário eleitoral.
E estas eleições com a sucessão de Lula em 2010? O tabuleiro está posto e os contendores começam a arrumar as peças.
Com a vitória de Kassab, Serra torna-se o grande nome do PSDB, mas resta saber se isso significará alguma coisa.
Aécio Neves (PSDB-MG) deverá procurar outro ninho, talvez o mesmo de Ciro Gomes (PSB-CE). Será?
Lula continuará apostando suas fichas em Dilma para sucedê-lo? Primeiro temos que esperar o resultado de Porto Alegre, terra da super-ministra do PAC.
E o DEM? Perdeu seu principal nome “jovem”, afinal o ACMinho foi abatido, contra todos os prognósticos, na disputa pela prefeitura de Salvador, lá deu João Henrique (PMDB) e Walter Pinheiro (PT) praticamente empatados no primeiro turno.
O país ficará de olho no 2º turno em importantes capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, pois os resultados nelas indicarão a rota que os partidos e as lideranças políticas traçarão para a sucessão – presidente e governadores – em 2010.

2 comentários:

Renato disse...

EU TENHO UMA HISTÓRIA BOA SOBRE FRAUDE AQUI EM GUARULHOS.
PARA SE ELEGER VEREADOR, É NECESSÁRIO QUE SE TENHA 2800 VOTOS MINIMO OU 3500 PARA TER CERTEZA, AI NO DIA DA ELEIÇAO, DIZ A LENDA QUE ALGUNS CANDIDATOS CONTRATAM MUITOS "BOQUEIROS" PARA TRABALHAR MEIO PERIODO, SÓ QUE ELES SÃO RELACIONADOSDE ACORDO A ESCOLA E SEÇÃO QUE VOTAM, AI OCORRUPTOR SABE QUE EM UMA ESCOLA ELE TEM 20 BOQUEIROS TRABLAHANDO E A SEÇÕES QUE ELES VOTAM E CONDICIONAM O PAGTO A QUANTIDADE DE VOTOS NAS URNAS(GERALMENTE IGUAL AO NUMERO DE BOQUEIROS NA ESCOLA).
O QUE ACONTECE ??
O BOQUEIRO SE SENTE OBRIGADO A VOTAR NO CORRUPTOR.

SOBRE A MILITÂNCA
QUE SAUDADE MESMO E OLHA QUE NÃO PEGUEIA EPOCA BOA
MAS AQUI EM DEU MATAR UM POUCO DA SAUDADE

Renato Couto disse...

Sobre fraude eleitoral, é bom lembrar do velho Leonel, que disse muita coisa, lá bem no início das urnas eletrônicas. PT aqui no Rio? O que ele poderia querer com Molon? Quem? Ficou bem claro que o PT jogou pra perder, talvez algum acerto entre Lula e Cabral, tudo é possível...Jandira perdeu a "mão" do discurso, parece que acomodou-se e Gabeira deu sorte da Globo querer "rifar" de vez a candidatura do sobrinho do bispo (ainda bem)...