29.9.08

Karl Marx desperta novos interesses em tempos bicudos para o neoliberalismo

A Agência Carta Maior nos brinda com uma ótima entrevista. Abaixo segue a chamada da mesma. A leitura é oportuna e provocante.
A lucidez de Eric Hobsbawm é assustadora, sua análise brilhante como sempre.

Agência Carta Maior

A crise do capitalismo e a importância atual de Marx

Em entrevista a Marcello Musto, o historiador Eric Hobsbawm analisa a atualidade da obra de Marx e o renovado interesse que vem despertando nos últimos anos, mais ainda agora após a nova crise de Wall Street. E fala sobre a necessidade de voltar a ler o pensador alemão: “Marx não regressará como uma inspiração política para a esquerda até que se compreenda que seus escritos não devem ser tratados como programas políticos, mas sim como um caminho para entender a natureza do desenvolvimento capitalista”.
Eric Hobsbawm é considerado um dos maiores historiadores vivos. É presidente do Birbeck College (London University) e professor emérito da New School for Social Research (Nova Iorque). Entre suas muitas obras, encontra-se a trilogia acerca do “longo século XIX”: “A Era da Revolução: Europa 1789-1848” (1962); “A Era do Capital: 1848-1874” (1975); “A Era do Império: 1875-1914 (1987) e o livro “A Era dos Extremos: o breve século XX, 1914-1991 (1994), todos traduzidos em vários idiomas.
Entrevistamos o historiador por ocasião da publicação do livro “Karl Marx’s Grundrisse. Foundations of the Critique of Political Economy 150 Years Later” (Os Manuscritos de Karl Marx. Elementos fundamentais para a Crítica da Economia Política, 150 anos depois).


Clique aqui para ler a matéria na íntegra.


Fonte: Agência Carta Maior -29/9/09.

3 comentários:

Cássio Augusto disse...

Hobsbawm é simplesmente o maior historiador do mundo!!!

Prof Toni disse...

Além de grande humanista!

Profanomedievo disse...

Hobsbawn disse tudo! O problema do marxismo não é o Marx, mas os marxistas que, durante todo o século XX, deturparam as idéias contidas no Das Kapital. Uma pena!