28.1.07

As principais revistas semanais

Na semana que começa volto ao batente nas aulas de Atualidades do CPV.
Portanto retomo a breve apresentação das revistas semanais, começando por aquela que não noticiou uma das maiores tragédias de São Paulo: o desabamento da obra na Linha Amarela do Metrô.



A revista Veja continua surpreendente!
Nesta semana a capa é para os políticos brasileiros. O texto é construído com base numa pesquisa encomendada pela asquerosa ao Ibope.
Lá pelas tantas, sobre os 7 pecados capitais dos políticos, afirma o seguinte:
“Razões – Eles não prestam contas à sociedade. Gastam dinheiro público como se fosse deles. Como expiar – A Câmara já expõe na internet os gastos com as despesas dos gabinetes. O Senado ainda não. Cada centavo despendido precisa ser justificado em uma página aberta na internet.”
E as eleições, o que são? Aliás, faltou esta pergunta aos pesquisados: se os políticos que estão em Brasília são todos desonestos, quem os colocou lá? Caberia então perguntar ao entrevistado: o senhor ou a senhora tem por hábito votar em ladrões?
Clique aqui e leia a matéria.
Claro que, como sempre, tem uma matéria para falar mal do Hugo Chávez e algumas desancando o governo Lula.



A Istoé desta semana concentra-se na menopausa. Menos mal, a Veja da semana passada tratou do “melhor amigo do homem”.
Interessante na matéria é o conjunto de mulheres entrevistadas: médica, publicitária, atriz... Dona de casa e empregada doméstica não aparecem, qual a razão? Será que elas não passam pela menopausa?
Clique aqui para o texto na íntegra.
Apresenta ainda uma matéria com acusações contra o senador Cícero Lucena (PSDB-PB). Leia a matéria clicando aqui.


A Época apresenta como matéria de capa um guia para cuidar bem das finanças pessoais em 2007. Clique aqui para ler a introdução da matéria (o complemento é só para assinantes).
Interessante a matéria De portas fechadas (clique no título para ler). Retrata, nas entrelinhas, a briga interna do PSDB, envolvendo José Serra e Geraldo Alckmin.


A CartaCapital mostra o seu ímpeto investigativo na capa. A análise e a investigação dão o tom da revista, e aí está o seu maior diferencial. A matéria de capa, infelizmente não disponível no site, Brasileiros a serviço de Bush, apresenta uma denúncia sobre a presença de um mercenário italiano, com o patrocínio de algumas “autoridades” brasileiras recrutando e treinando mercenários no Brasil.
Imperdível a leitura de A Semana (clique no título para ler as matérias) retratando a opinião da Carta Capital sobre os principais assuntos do momento.
Também compensa uma olhada nas Colunas (clique no título para ter acesso aos textos).
Boa leitura!

Um comentário:

Regina Ramão disse...

Toni: Esta nova versão do Blogger é tudo de bom, não é mesmo? Sobre a revista "óia", por mais interessantes que possam ser suas matérias, não consigo nem ver na banca, quanto mais ler, tamanha a repulsa que sinto. Credibilidade e ética ali passam a lo largo. Esta matéria da Carta Capital, sobre os mercenários, vi uma matéria sobre o mesmo assunto na Caros Amigos de setembro, vou ver se tem no site deles, se achar te mando o link por email. Abraço.