23.11.07

Algumas músicas para alimentar a alma

Músicas para sentir saudades, às vezes até mesmo daquilo que não vivemos, mas com certeza saudades de um tempo maravilhoso que não volta mais. Dele somente as lembranças, algumas amargas, outras felizes; encontros e desencontros; amores e ódios; acima de tudo, muita saudade, daquela que aperta o peito até vazar pelos olhos numa torrente de lágrimas.

Chico Buarque e Miúcha
Maninha

É como se o tempo pudesse voltar! Lembro-me da adolescência, ouvindo música de boa qualidade com os amigos lá na bela cidade de Varginha, Sul das Minas Gerais.
Gostava de Chico, Elis e quase tudo da MPB. Esses mesmos amigos me apresentaram também ao rock de boa qualidade (Pink Floyd, The Doors, Genesis etc.).

Elis Regina
Fascinação
A melhor intérprete que a música brasileira já viu! Linda, uma voz que fazia viajar. Esta música me faz chorar sempre. Lembra-me o palco, o teatro, um tempo muito bom que vivi e guardarei para sempre na memória e no coração.

Zizi Possi e Chico Buarque
Pedaço de Mim
Chico é poeta dos bons e Zizi Possi ocupa um lugar de destaque no Olimpo das nossas cantoras. Essa música então, é inesquecível!

Maysa
Ne me quitte pas
Sem comentários! Quem, acima dos 45, não tomou vários porres ouvindo Maysa? Que voz, que interpretação... Seu repertório exala dor por todos os poros.

Mônica Salmaso & Pau Brasil
Beatriz
A música é soberba! É de uma delicadeza ímpar! Mônica Salmaso é praticamente uma criança nesta seleção que apresento, mas canta como gente grande, e de primeira grandeza.

Geraldo Vandré
Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores
Meu hino e de várias gerações que amam este país e querem vê-lo fazer bem a todos os seus filhos.

Jair Rodrigues
Disparada
Outro hino! Jair Rodrigues é meu ídolo de infância, isso quando tinha 3 anos e vivia cantando, segundo minha mãe, “deixa que digam, que falem, não estou fazendo nada...”.

Marisa Monte e Paulinho da Viola
Carinhoso
Quanto à música sem comentários, quanto aos intérpretes, falar o quê? Uma das canções mais lindas que já ouvi em minha vida, embalou namoros de muitos de nós, foi trilha para muitos primeiros beijos, do tempo que nos bailes a gente dançava como se estivesse amando.

Gonzaguinha
É – O que é, o que é
Coisa fina! Brilhante! Impossível falar das aflições, sonhos e desejos que tal música me traz, realmente sem palavras!

2 comentários:

Dudu Figueiredo disse...

Fala toni, fui no show da Mônica Salmaso que teve no teatro Fecap nesse ano, só cantando Chico... sensacional, ela é muito boa mesmo..

Pr. Herivelton disse...

Gostei da seleção.
Valeu!