22.11.07

Documento defende a democratização da mídia no país

Participantes do Fórum Internacional: Mídia Poder e Democracia, realizado de 12 a 14 de novembro, em Salvador, Bahia, divulgam documento criticando o caráter concentrador, oligárquico e antidemocrático do sistema de comunicações no Brasil.

Redação - Carta Maior

SÃO PAULO - Estudiosos, professores, estudantes, profissionais, políticos e militantes da sociedade civil, reunidos em Salvador nos dias 12, 13 e 14 de novembro de 2007 no Fórum Internacional: Mídia, Poder e Democracia divulgaram um documento final do encontro defendendo a democratização do sistema de comunicações no Brasil. A íntegra do documento é a seguinte:

Clique aqui para ler o documento.

2 comentários:

João Carlos disse...

a midia já esta democratizada, ou de que outro modo vc poderia estar escrevendo esse blog? este blog é um midia, é vc é livre para expressar seus pensamentos e opiniões aqui, da mesma forma que a Globo emite as opniões dela em sua midia, e assim vai sucedendo respetctivamente com a Caros Amigos, Veja, Carta Capital, e com centenas de outros pequenos jornais, radios e, claro, outros blogs. De fato, os blogs estão se tornando o meio de comunicação mais versatil, sendo cada vez mais lidos e mais influentes.
Portanto, afirmo que a midia já esta democratizada.
A de se ficar atento com movimentos golpistas e anti-democraticos que se disfarçam de arautos da liberdade e democracia, mas que na realidade desejam fazer apenas calar aqueles que não concordam com eles e, de preferencia, tomarem posse ta grande infra-estrutura midiatica montada, para poderem monopolizar a midia de acordo com a ideologia deles. É isso que esse movimento desse congresso quer.

Prof Toni disse...

João Carlos, a discussão é maior do a Internet, pois trata de acesso e produção de conteúdos. Tenho uma média diária de 40 leitores, não possuo patrocínio para fazer o que faço e aqui expresso minha opinião. E o editorial do Jornal Nacional? Com um agravante: ele chega a oitenta milhões de brasileiros "pelo ar", que, pelo que me consta, ainda não foi privatizado!