27.10.06

Vejam a "honestidade" de Veja e da grande mídia, Folha de S.Paulo nesse balaio

Amigos e amigas, meu relógio marca 13H05min. Neste instante acabo de copiar uma notícia da Veja On-line:
Sexta-feira, 27 de Outubro de 2006
Dossiê
Testemunha diz ter dado 250 mil reais a petista Lacerda
27 de Outubro de 2006
Uma nova testemunha no escândalo do dossiê complicou a situação de um dos principais petistas envolvidos no caso. Conforme a fonte, ouvida na quinta-feira em Varginha, Minas Gerais, Hamilton Lacerda, que na época do escândalo coordenava a campanha de Aloizio Mercadante em São Paulo, recebeu 250.000 reais. O valor foi entregue a ele pela testemunha a mando de um empresário.
O empresário é Luiz Silvério, patrão da testemunha - que não teve seu nome identificado para não prejudicar as investigações. Silvério também já falou à PF. A testemunha diz ter recebido 80.000 reais por transferência bancária feita pelo empresário e o resto do dinheiro em espécie. O montante total foi levado até São Paulo - onde teria sido entregue pessoalmente a Lacerda.
A PF agora apura as movimentações bancárias da testemunha na tentativa de confirmar as declarações. O advogado do petista diz que não houve recebimento de dinheiro. A PF acredita que Lacerda entregou o dinheiro aos petistas presos durante operação de compra do dossiê. Ele nega, apesar de ter sido flagrado no circuito de segurança do hotel com malas, onde estaria o dinheiro.

Olhem o que encontrei sobre o mesmo tema, nesta mesma hora:
Folha on-line - Brasil
27/10/2006 - 09h07
PF investiga em Minas padeiro que diz ter levado R$ 250 mil a petista
RUBENS VALENTE
enviado especial da Folha de S.Paulo a Pouso Alegre (MG)
A Polícia Federal investiga o teor de uma entrevista gravada em vídeo pelo padeiro Aguinaldo Henrique Delino, 31, na qual ele afirmou ter ajudado a transportar R$ 250 mil de Pouso Alegre (MG) para São Paulo (SP) para entregar a uma pessoa que ele identificou como o petista Hamilton Lacerda, perto do hotel Ibis, em São Paulo, pouco antes da apreensão de R$ 1,7 milhão pela PF....(clique
aqui para ler o resto, se achar que vale a pena).

Já o Estadão e o Correio Braziliense foram mais honestos:
Estadão on-line
27 de outubro de 2006 - 12:35
PF diz que depoimento de Agnaldo é uma farsa
A Polícia Federal investiga se há interesse eleitoral por trás do depoimento
Vannildo Mendes
BRASÍLIA - Agnaldo Henrique Lima mentiu quando disse que levou R$ 250 mil para o então coordenador da campanha do senador Aloizio Mercadante (PT-SP), Hamilton Lacerda, para a compra do dossiê Vedoin. A informação é da Polícia Federal.
"A história é inconsistente e não se mostrou verdadeira", disse o superintendente da Polícia Federal, em Cuiabá, Daniel Lorenz. (clique
aqui para ler a matéria toda, se achar necessário).

CorreioWeb
Dossiê: Depoimento sobre R$ 250 mil é uma falso, diz PF
Da Agência Estado
27/10/2006
12h11 - O ex-produtor de eventos Agnaldo Henrique Lima mentiu quando disse que levou R$ 250 mil para o então coordenador da campanha do senador Aloizio Mercadante (PT-SP), Hamilton Lacerda, para a compra do dossiê Vedoin contra candidatos tucanos, informou a Polícia Federal.
“A história é inconsistente e não se mostrou verdadeira”, disse o superintendente da PF em Cuiabá, Daniel Lorenz. Segundo ele, a farsa foi descoberta depois que a PF foi ao banco e constatou que não havia os saques alegados por Agnaldo. Ele será indiciado por falso testemunho. A PF investiga se há interesse eleitoral por trás do depoimento.

Eu soube da história pela rádio CBN, que informou isso pela manhã, ouvi por volta das 11H30min.
Quem apresentou a testemunha “laranja”? Uma funcionária do PSDB de Pouso Alegre, que agora alega ter sido enganada pela falsa-testemunha.
Pois bem, vejamos então: eu, professor, trabalhei pela manhã, ao sair da escola ouvi a notícia no rádio do carro. Fui até a oficina para agendar um conserto do carro, depois fui ao caixa eletrônico, cheguei em casa e fiz um lanchinho (quem me conhece sabe da importância desse item).
Liguei então o computador e já estou com essa notinha pronta para o blog, mas empresas jornalísticas que mantêm edições on-line, com estruturas gigantescas, ainda não conseguiram atualizar suas páginas: Revista Veja, Época e Folha de São Paulo, ou mesmo o "blog do Noblat", aquele mesmo que costuma postar notas contra Lula em cima da hora.
Então tá!

3 comentários:

Anônimo disse...

só para ajudar no comentário...

leiam tb uma noticia sobre o assunto no site do terra:

http://noticias.terra.com.br/eleicoes2006/interna/0,,OI1215918-EI6651,00.html

juliano paiva disse...

pois é, espero que nao apareça mais nenhuma notícia onde a folha se preocupe em mais bancar a policia levantando hipoteses do q um meio informativo...a carta capital tem sido ótima essas semanas

Abs

Prof Toni disse...

Realmente Juliano, a Carta Capital tem superado minhas expectativas.